Notícia do MPOG sobre ATPS no curso de ambientação da ENAP

Ir em baixo

Notícia do MPOG sobre ATPS no curso de ambientação da ENAP

Mensagem por Rubens Bias em Sex Ago 23, 2013 11:10 am

Ministério do Planejamento
Gestão Pública
Analistas Técnico de Políticas Sociais participam de curso de ambientação

Brasília, 15/8/2013 - Foi realizada na última segunda-feira (12), no auditório Octávio Gouvêa de Bulhões do Banco Central do Brasil, a cerimônia de abertura do curso de ambientação da primeira turma dos aprovados no concurso público para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais (ATPS). Os candidatos, 888 aprovados, foram designados para onze órgãos da Administração Pública Federal. São eles: Ministérios da Saúde, Trabalho e Emprego, Cidades, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Justiça, Desenvolvimento Agrário, Previdência Social e Educação, além das Secretarias de Políticas para as Mulheres; de Promoção da Igualdade Racial e de Direitos Humanos.
Durante a cerimônia, o secretário-executivo adjunto do Ministério do Planejamento (MP), Guilherme Estrada, fez um breve relato sobre os índices do desenvolvimento humano do Brasil. Rodrigues lembrou que, em 1991, 85% dos municípios brasileiros apresentavam índices muito baixos, mas os dados de 2013 mostram que esta realidade mudou. Cerca de 74% dos municípios apresentaram crescimento médio e alto nos indicadores.” O IDH do Brasil cresceu cerca de 47,5% em 20 anos.  mas isso não é suficiente. Não podemos fazer disso uma vitória, temos um país de imensas desigualdades e principalmente nas regiões norte e nordeste”, ressaltou.
Para profissionalizar o tratamento das questões sociais no âmbito da união que o Governo Federal criou a carreira de Desenvolvimento de Políticas Sociais. Para Estrada um dos aspectos mais importantes de se admitir servidores é que “eles serão os herdeiros das ações já realizadas e os responsáveis pela melhoria futura do IDH que o País deve experimentar nas próximas décadas”, observou o secretário do MP.
Segundo Estrada, os servidores devem estar sempre à procura de inovações. “Esperamos que os servidores não se cansem de buscar novos caminhos e de estimular a criatividade na formulação e execução das políticas sociais tão essenciais para o nosso País”, concluiu.  
Ainda no encontro, a secretária de Gestão Pública da Secretaria de Gestão Pública (SEGEP), Ana Lúcia Amorim, ressaltou a importância do estado democrático.  “O Estado precisa cumprir a sua função precípua de desenvolver políticas públicas direcionadas a garantia de igualdade de oportunidade de direitos básicos de cidadania e do desenvolvimento sustentável produzindo resultados eficientes e efetivos para o povo brasileiro”, enfatizou.
Durante sua fala, a secretária disse que a Segep enviou para todos os órgãos em que os 888 ATPS estão alocados um ofício circular no intuito de assegurar a adequada locação dos aprovados, de modo a respeitar o papel e as atribuições de carreira e gerar impacto efetivo nas políticas públicas sociais. “É importante que as atribuições pensadas sejam respeitadas, e a coordenação das carreiras está à disposição para tentar contribuir com a potencialização dessa carreira”, ponderou.
Já a diretora de formação profissional da Enap, Maria Estela Reis, apresentou o conteúdo do curso de ambientação e o Presidente da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp), Ricardo Pena, falou sobre o fundo de previdência complementos dos servidores federais e seus mecanismos de adesão.
Participaram da mesa de abertura o presidente da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), Paulo Sérgio de Carvalho; a secretária-executiva da Secretaria de Política para as Mulheres da Presidência da República, Lourdes Maria Bandeira; o secretário-executivo interino da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República, Giovanni Harvey; o secretário-executivo substituto do Ministério da Saúde, Adail Rollo; o secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência da República, Diogo Sant`Ana.
ENAP
Na terça-feira (13), teve início a primeira turma do curso de ambientação dos 444 aprovados promovido pela ENAP. O curso busca sensibilizar os novos servidores quanto à importância e atributos do seu papel na administração pública e no desenvolvimento de políticas sociais para que o País alcance um efetivo desenvolvimento.
O conteúdo programático está estruturado em temas contemporâneos de gestão governamental, políticas públicas e sociais, bem como o federalismo e territorialidade nas políticas públicas brasileiras, gestão de programas e projetos sociais, a administração pública no Brasil e os desafios da gestão pública contemporânea e ética no serviço público.
Veja no link www . planejamento. gov . br /conteudo.asp?p=noticia&ler=10113

Rubens Bias

Mensagens : 9
Data de inscrição : 23/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum